31 de julho de 2009

A NOSSA PRAIA 03



Só mais uma achega em relação aos equipamentos que se encontram à disposição de todos os que frequentam a nossa praia.

Porquê preços tão elevados para a utilização dos chapéus de palha mais as respectivas cadeiras, que se encontram em frente ao bar-restaurante e pertença, pensamos nós, deste mesmo concessionário??!!!

É que assim a sua utilização é quase nula e é uma pena ver aqueles equipamentos ali dias seguidos, em área reservada, e sem serviço, pois muito poucas pessoas podem suportar os preços a que eles se encontram!!!

Mas também já achamos que o mal não é daqui: é típico do porteguesinho!!! Seleccionar através do preço e depois temos equipamentos que poderiam estar ao serviço de mais gente e ficam às moscas, só para fazer vista, dado que a maioria das pessoas não lhes chega!!!

Parece que preferem levar caro e estar vazio que levar um pouco mais barato (não é preciso ser de borla!!!) e terem mais utilização!!!


À consideração de quem de direito!!!


O Bardino Vitor Martinez


A NOSSA PRAIA 02


Como era de esperar o estacionamento junto à nossa praia continua um caos!!!

Se já era complicado só com o acesso à praia, agora com o usufruto que mais pessoas querem fazer do Passeio Marítimo, o caso ainda se complicou mais!

Os carros espalham-se pelos passeios, pelo separador, pelos acessos mais escondidos e até pelos locais ajardinados em redor da praia e que, segundo tenho ideia de ter lido por aí algures, só em arranjos custaram ou estão a custar à CMO, cerca de 100.000 euros!!!

É muito euro para ser destruído logo de seguida por avalanches de carros de pessoas que desejam vir à nossa praia e não têm, desde sempre, um parque de estacionamento que ajude a resolver esta situação.

As pessoas vão deixando os carros pelo bairro J.Pimenta, mas mesmo aí, se se chegar à praia a meio da manhã já se torna quase impossível largar a viatura.

Existe um arremedo de parque de estacionamento por cima do Passeio Marítimo na zona onde se localizou o estaleiro da obra, e onde se abriu uma entrada no acesso a Paço de Arcos para quem vem na Marginal no sentido Cascais-Lisboa, mas além de não estar assumido como parque de estacionamento (não existe qualquer sinalização nesse sentido), também me parece que está condenado a desaparecer, pois ontem quando fui à praia de manhã, estavam a descarregar inúmeros camiões toneladas de terra para encher esse referido espaço.

Não se percebe para o que é, mas pensamos que será para iniciar as obras que se pretendem fazer nesse local e darão origem a uma piscina. Se for assim, também podiam esperar mais um ou dois meses, até passar o pico da época balnear, e deixar alguns daqueles que queiram ir até à nossa praia, resolver o problema do estacionamento das suas viaturas.

Mas, e para finalizar, lá vamos estar mais um ano, este, sem condições mínimas de acesso no que diz respeito ao estacionamento junto à nossa praia!!

E para o ano, será assim novamente???!!! É que já são muitos anos seguidos desta forma e nada se resolve!!!!


À Consideração de quem de direito!


O Bardino Vitor Martinez



29 de julho de 2009

PASSEIO MARÍTIMO 04


Fomos aqui, aquando da construção do Passeio Marítimo, um dos que achou que aquele muro na entrada da praia era "horroroso"!!!

Hoje, passado este tempo após a conclusão da obra e após a utilização do Passeio e da própria praia, sou dos primeiros a aceitar a inclusão daquele muro naquele sítio e daquela forma, aceitando com toda a naturalidade até, as explicações do próprio autor da obra, que justificaram a feitura daquele elemento arquitectónico.

Além de proteger a praia do ruído e do movimento do trânsito que se verifica naquele local, esteticamente até são curiosas as diversas formas de, do lado exterior, se ver a nossa praia, através das diferentes janelas que o próprio muro apresenta!! É no mínimo interessante e vendo bem as diferentes situações que no local se nos apresentam, é perfeitamente justificado que assim se tenha feito.

Agora, porque estas coisas nunca estão bem, e estas histórias nunca acabam bem, alguém achou por bem colocar um "quiosque" de gelados(?) em frente à obra de arte, colocando-o bem à frente do muro, tapando uma ou várias janelas e prejudicando todo o impacto visual que o autor previu quando concebeu aquele muro, em benefício do negócio!!!

É sempre assim em Portugal, e a nossa terra não podia, neste caso, fugir a este desígnio: o Negócio($$$) está sempre à frente da Cultura e do Bem Público, considerando que aquele muro, não só pela sua aplicação prática, como pela sua concepção, possa ser considerado uma obra de arte que, como tal, deva ser apreciada e vista por todos nós!!!

O "quiosque" já esteve colocado junto ao muro da marginal, mas agora está colocado então junto ao muro arquitectónico e parece que para aí ficar em definitivo, para delícia de algum vendedor de gelados!!!

Se assim for aqui quero deixar o meu mais vivo protesto por esta outra situação, que envergonha quem decidiu que assim fosse e nos envergonha a nós, paço-arcuenses que não podemos mostrar a quem nos visita, nem podemos desfrutar, aquilo que ainda vamos tendo de bom para mostrar!!!

À consideração de quem de direito.


O Bardino Vitor Martinez


PASSEIO MARÍTIMO 03


Aqui não é uma crítica, mas sim um pedido!!

Durante o percurso do Passeio Marítimo da nossa praia até à praia de Santo Amaro junto ao Saisa, não existe qualquer apoio em termos sanitário, a que as pessoas possam recorrer em caso de alguma necessidade urgente e inoportuna!!

Não seria possível colocar, mais ou menos a meio caminho, um sanitário público, do género daquele que a CMO colocou no Parque dos Poetas que, mesmo pagando um pouco, uma pessoa se possa socorrer num momento de aflição??!!

É que não existe neste trajecto, qualquer café ou bar que possa prestar esse serviço e não existe nenhum sítio privado onde as pessoas possam resolver um "problema" mais sério!!!

À consideração de quem de direito.


P.S.- E já agora: era pedir demais que os donos dos cãezinhos que com eles vão passear neste belíssimo Passeio, evitassem que os seus "amigos" não fizessem deste mesmo Passeio os seus sanitários públicos???!!! É que de vez em quando, lá temos de andar a desviar-nos dos "presentes" que os dedicados cachorros vão deixando pelo caminho, sem que os seus amigos donos façam alguma coisa para o evitar!!!


O Bardino Vitor Martinez


O PASSEIO MARÍTIMO 02






Esta situação não tem a ver com o Passeio Marítimo propriamente dito, mas está, de alguma forma, ligada a ele.

Diz respeito ao estrado que existia a ligar o Passeio Marítimo ao bar-restaurante e que aqui há algum tempo foi retirado.

Até aqui nada de mal, embora achemos que ele, o estrado, podia muito bem, continuar a existir, embora o acesso também se faça pelo próprio passeio.

Mas o que chateia é que tiraram o estrado e ele continua lá e à vista de toda à gente, como se pode verificar pelas fotos acima. Desmontaram o estrado e em vez de o removeram do local, não senhor!!! Deixaram tudo, em dois montes, um monte encostado ao bar-restaurante (fica muito bem, não fica???!!!) e outro monte encostado à muralha da parede que suporta a marginal.

Se era para fazer isto mais valia deixar tudo como estava!!!!

Se era para desmontar como o fizeram, então agarrem naquela madeira toda e na pior das hipótese façam uma queimada para ela desaparecer dali para fora e deixar de ser mais uma poluição visual para o local!!!

Aqui fica, também à consideração de quem de direito!!!


O Bardino Vitor Martinez



O PASSEIO MARÍTIMO 01



Isto por aqui não é só dizer bem e cantar loas a tudo e a todos. Também temos de dizer e mostrar o que, quanto a nós, não vai bem neste reino da Dinamarca!!!

Por isso vamos deixar aqui, em alguns posts, algumas situações que não achamos que estejam certas e que merecem a nossa crítica, e que merecem também das pessoas e entidades competentes, que sejam rapidamente corrigidas!!

Dizem respeito ao recém inaugurado Passeio Marítimo e aos equipamentos envolventes.

Assim uma das coisas de que não podemos estar de acordo é a situação que se verifica com os contentores do lixo do bar-restaurante que serve a nossa praia.

Não é que eles não devam existir. Antes pelo contrário!!! Devem e até estão lá em quantidade mais que suficiente.

Só que estão num local desprotegido, à vista de toda a gente e em condições que o calor que durante o verão se faz sentir não ajuda nada!!!

Como podem ver pelas fotos eles estão colocados numa das laterais do edifício do bar-restaurante, sem qualquer protecção, à vista e ao alcance de toda a gente, crianças incluídas, e também sem qualquer protecção dos raios solares que, pensamos nós na nossa ingénua sabedoria, devem "cozer" aquele lixo ali durante um dia inteiro, com os consequentes maus cheiros!!

Não seria possível colocá-los num local mais protegido (por exemplo no outro lado do Passeio Marítimo, dado que existe espaço para isso e devidamente acondicionados e protegidos do sol através de uma mini-estrutura, até em toros de madeira?!), de fácil acesso aos funcionários do bar-restaurante e convenientemente protegidos de todos os que frequentam aquele local??!!

Aqui fica, à consideração de quem de direito!!!


O Bardino Vitor Martinez



A NOSSA PRAIA 01


Como deixei dito no post anterior, já me desloquei algumas vezes este ano até à nossa praia, a Praia Nova claro, e não posso deixar de referir o algum cuidado que existe no sentido de conservar este espaço tão característico, limpo e em condições de as pessoas que o frequentam, poderem usufruir dele em boas condições.

É de realçar a limpeza que a praia por norma apresenta e a quantidade (enorme) de recipientes para o lixo de que as pessoas dispõem, para evitar de deitar o que não presta para a areia, hábito tão característico do porteguesinho!!!

Mesmo assim ainda se conseguem ver, em dias de maior frequência, os contentores que se encontram no areal pouco cheios e os que se encontram no passeio marítimo, que são bastante mais pequenos, cheios a transbordar, quando não com o lixo no chão!!

Mas é assim!!! Nós somos assim e não há nada a fazer (ou por outra: ainda há muito a fazer, principalmente para as gerações mais velhas, que as mais novinhas já vão ensinando e tendo a noção do que não se deve fazer!!!)

O Bardino Vitor Martinez



PRAIA DE PAÇO DE ARCOS


Acabei de chegar da praia de Paço de Arcos, onde estive durante a manhã e acreditem, não vi ninguém de Paço de Arcos a banhos!!!

Será possível???!!!

A praia é só para o maralhal que vem de fora???!!!

O pessoal de Paço de Arcos já não passa cartão à sua praia???!!! Mas que é estranho é!!! Andar pela praia e não ver ninguém conhecido cá da terra!!!!

Enfim, mudam-se os tempos....


O Bardino Vitor Martinez


27 de julho de 2009

UM JANTAR ESPECIAL 08

Para que conste em acta, aqui ficam algumas figuras (tristes), que a bardinagem se pôs a fazer após o repasto!!!

(Ainda estamos no Bife da Oceania!!!).


video

UM JANTAR ESPECIAL 07


O nosso convidado, o Toni Rebelo, resolveu propor um brinde à bardinagem, onde declarou estar sensibilizado pelo convite que lhe foi feito, tecendo algumas palavras de agradecimento pelo momento que estava a viver, tendo também dito algumas palavras sobre as boas recordações que não só a bardinagem lhe proporcionava na altura, como também essas mesmas recordações eram extensíveis ao local onde decorria o jantar.


Aqui ficam uns instantâneos desse momento:








Foi bonito de se ver e ouvir, e calou bem fundo na alma da bardinagem!!!

Quem sabe se não estará aqui um futuro Bardino!!!

_________________________________________________


E ficamos por aqui que o jantar já vai longo e há outras coisas, também importantes, a tratar por aqui no blog!!!!

ATÉ AO PRÓXIMO (que será em Setembro, pois no mês que vem a bardinagem está a águas, ou seja, vai tudo de férias para aproveitar a crise!!!!)



26 de julho de 2009

UM JANTAR ESPECIAL 06


A determinada altura fomos surpreendidos pelo anúncio do bardino Nicha, que ele, o próprio, ia dizer um poema!!! Claro que a comoção foi geral, pois ninguém sabia até hoje dos dotes poéticos do ex-Mandante!!!

Afinal foi boato falso, pois o que ele ia fazer era "Ler" um poema!!! Por sinal um poema muito profundo e que tocou no fundo dos nossos corações, dada a sua "cólidade"!!!

Quer dizer, não sabemos se foi o poema que nos tocou bem no fundo, ou se foi o poema que foi ao fundo!!!

O que é certo é que depois de alguma confusão, que aliás é habitual nestas situações, principalmente quanto toca cá à nossa bardinagem, o Poeta, ou melhor, o Declamador, lá se conseguiu fazer ouvir e com mais ou menos dificuldade, lá conseguiu ler o poema na íntegra, que até falava no António, vejam lá!!!

Foi um fartote de rir e boa disposição pois além de o poema até ser "engraçado", o Nicha viu-se e desejou-se para que o mesmo chegasse ao fim no meio daquela confusão!!! (como é hábito ameaçou várias vezes que se a bardinagem não se calasse, não lia mais o poema, o que, também, como é habito, não concretizou a ameaça, para mal dos pecados da bardinagem que teve de ouvir o mesmo até ao fim!!!)

Agora a sério: foi um momento divertido e de boa disposição e desafiamos aqui o Nicha a incluir o poema aqui no blog, até para todos ficarmos a saber como se intitulava e quem é o seu autor, o que, como é normal, na bardinagem e com aquela confusão, ninguém fixou!!!

Ficam a seguir alguns momentos deste profundo momento:











_________________________________________




Reparem no ar "apardalado" destes dois bardinos
ao ouvir o Nicha a declamar o poema!!!




UM JANTAR ESPECIAL 05






Um aspecto geral da bardinagem ao ataque ao bom do "bifinho"!!!


Reparem como o bife está a saber bem ao nosso Mandante:
até faz olhinhos e boquinhas!!!



O Rafael limpa os bigodes e o Pestana solicita
intervenção divina para o Euromilhões!!!



O Castro e o Nortadas até estão "apardalados" com o bifezinho!!!


Enquanto o Pestana limpa os beços,
o Rafael e o Sampaio atacam "nele"!!!


Outro aspecto do conjunto da bardinagem!!!


O Hélder muito concentrado na sua missão!!!


O Mandante a carregar no "tintól"!!!


A Isabelinha no controlo da situação!!!


Como podem ver pela fotos foi um jantar animadíssimo, com muita confraternização, muita alegria e muito barulhento, como aliás já é apanágio desta bardinagem!!!

Foi talvez dos jantares-assembleias de melhor qualidade que se realizaram no reino dos Bardinos, talvez porque o local também isso proporcionou!!!

Esperemos que ambientes destes se repitam das próximas vezes!!!



UM JANTAR ESPECIAL 04





Aspecto geral!!!



Visto mais de perto!!!


Parabéns à Isabelinha!!

Os bifes estavam como nos velhos tempos: FABULOSOS!!!