4 de setembro de 2010

AS FESTAS DE PAÇO DE ARCOS 06

FESTAS DO SENHOR JESUS
DOS NAVEGANTES


Na 2a feira, 1 de Outubro de 1928 noticiou-se:

As Tradicionais Festas do Senhor Jesus dos Navegantes Revestiram Grande Brilho

"Desde ante ontem que a risonha praia de Paço de Arcos está em plena festa. O bom povo daquela localidade consagrou dois dias ao seu padroeiro, Senhor Jesus dos Navegantes.

Ontem, desde manhã que os comboios da formosa linha dos Estoris estiveram despejando gente em Paço de Arcos.

As ruas e a praia animaram-se extraordinariamente, sendo por vezes difícil o trânsito, sobretudo à tarde.

De manhã, na igreja, rezou-se missa solene, vendo-se o templo repleto de fiéis.

À tarde realizou-se uma pomposa procissão, vendo-se as ruas do trajecto absolutamente apinhadas de gente.




Virtuosíssimos andores, com belas imagens, desfilaram perante uma massa compacta de povo, e uma enorme quantidade de crianças, representando anjos e figuras bíblicas, seguiam no cortejo.

Ao passar o Palio, sob o qual seguia o prior da freguesia com o Santíssimo, toda aquela gente se ajoelhou, o mesmo sucedendo à passagem da imagem do Senhor Jesus dos Navegantes.

A noite houve o tradicional arraial, com feéricas iluminações e música pela banda dos Bombeiros Voluntários de Paço de Arcos, estando a festa animadíssima e sendo grande a concorrência às diversas barracas de quermesse.

Hoje efectua-se a festividade ao Mártir S. Sebastião, havendo também arraial com mais atractivos".




No Diário de Notícias de 2.a feira de 8 de Setembro de 1929 é enunciado que:

Em Paço de Arcos realizam-se hoje as Festividades em Louvor do Senhor Jesus dos Navegantes

"Hoje e amanhã efectuam-se na risonha praia, que é Paço de Arcos, as festas ao Senhor Jesus dos Navegantes e ao Mártir S. Sebastião. A celebração propriamente religiosa será assim cumprida:

Dia 8, às 13 horas, missa solene, por musica, orando o rev. Governo; às 17 horas, procissão, com 5 andores, percorrendo as ruas já indicadas, seguida da banda do Patronato D. Nuno Alvares Pereira, da freguesia de São Vicente de Fora; bodo aos pobres.

Dia 9, às 12 e meia horas, festa ao mártir São Sebastião, com missa por musica e sermão pelo rev. Governo.

A capela achar-se-á ricamente ornamentada.

Além deste culto religioso, as festividades compôr-se-ão de um característico arraial, no Largo do Conde de Alcáçovas, com barracas de tômbola e sortes, musica, recinto para dança, iluminações, etc...




O produto da quermesse reverterá a favor de uma das escolas da vila. Devido às senhoras que promovem as festas e às valiosas prendas que figuram no bazar, é de esperar que ela tenha farta concorrência e recolha boa receita.

Para o transporte de hoje à Parede, haverá comboios especiais".

Todas as comemorações atrás referidas não incluíam a bênção dos barcos, que só passou a ter efectividade a partir de 1939, tendo em 28 de Agosto de 1955 a comitiva parado junto ao muro da Margina! de onde foi lançada a bênção às embarcações, continuando esta cerimónia a decorrer, no meio da maior unção e respeito, até aos dias de hoje, unicamente com excepção do ano de 1974 em que as cerimónias religiosas não se efectuaram na totalidade, embora a procissão tenha saído para a rua... mas sem padre!






Colaboração do Bardino Vitor Martinez.


3 comentários:

Anónimo disse...

Caro amigo

Foi em 1975 e não em 74 que houve procissão sem padre. E com a ajuda do COPCON.

vitor martinez disse...

Caro Anónimo

É uma pena que não se identifique, pois aqui no blog prezamos que quem aqui colabora, nem que seja nos comentários, dê a cara e se identifique, pois por aqui não há nada a esconder!!!

Mas se assim quer, como vê o seu comentário foi publicado e, desde já, agradecemos a correcção, de alguém que estará certo dessa mesma informação.

Apenas o informamos que os textos que aqui estão a ser publicados nesta tentativa de historiar as nossas festas, não são da nossa autoria, mas sim, como foi dito no post inicial (As Festas de Paço de Arcos 01 http://osbardinos.blogspot.com/2010/08/as-festas-de-paco-de-arcos-01.html), de uma recolha de textos de várias fontes, que ali são referidas e às quais deixámos o nossos agradecimento.

Se algumas incorrecções estes textos possam apresentar, (e admitimos que possam), apresentamos as nossas desculpas, mas, como compreende, somos alheios a essa situação.

No entanto, reiteramos os nossos agradecimentos pela sua correcção em relação ao publicado, assim como a outros comentadores que assim o entendam fazer.

O Bardino Vitor Martinez

Me Hate disse...

Oh Vitor, esta foi a minha primeira festa Navegante, depois de muitos anos sem "meter pé" na festa de Paço de arcos. Nesta altura ainda não nos conhecíamos e vim pela "amável mão" da Ana Oliveira. :)

Demorou ainda mais meio-ano para fazer parte do Paço DE Artes...

Depois desta nunca mais faltei a nenhuma... a ver vamos como ficaram as fotos! ;)

Gostei muito da historia por detrás da festa.

Ana Mamede