18 de fevereiro de 2010

UM JANTAR MINISTERIÁVEL

Carula, 59ª reunião

Teve lugar dia 17, no afamado restaurante “A Carula”, a segunda reunião dos Bardinos, neste ano de 2010.

Foi uma reunião muito especial, quiçá corolário da boa actividade do Grupo em prol de Paço de Arcos, na medida em que teve como especial convidada, o que muito nos honrou, a Sra. Ministra do Trabalho, Helena André, ilustre Paço-arcuense, acompanhada do seu excelso ‘secretário particular’ e marido, grande amigo de Paço de Arcos, Zé Domingues.

Como se tal não fosse suficiente, para tornar esta reunião particularmente emotiva, ainda teve a organização a distinta ‘lata’ de apresentar um convidado surpresa de última hora, que ‘derreteu’ literalmente os corações dos seus amigos, que eram todos, sem excepção.

Se o casal convidado foi de uma simplicidade e companheirismo únicos, inenarráveis, o Baiona, pois dele se tratava, foi simplesmente arrebatador.

Nota à margem para o infortúnio do Fernando Sampaio, para o qual tinha sido agendado propositadamente este dia, e que em virtude duma difícil intervenção dentária protelada pelo médico responsável, apenas pôde marcar presença por breves instantes. As suas melhoras.

O jantar decorreu com grande animação, tendo sido antecedido, pós-abertura tradicional pelo Bardino “Nicha”, e pela habitual distribuição de prendas (nada menos que 5) aos aniversariantes.

Antes, porém, o Grupo, por intermédio do Mandante, obsequiou a companheira Lena (e nessa qualidade) com uma pequena, mas interessante, recordação.

A intensidade das conversas e pseudo-debates foi de tal ordem, que pouca margem restou para recolha de ‘material’ para relato.

Houve ainda lugar para pôr a uma espécie de votação, o futuro símbolo do grupo, que embora confusa obteve um resultado concreto.


Resta realçar uma vez mais a extrema simpatia e afabilidade da Sra. Ministra e seu marido, bem como a agitação que o Baiona conseguiu produzir numa extremidade da mesa (felizmente, pois se não, seria o caos).

Esteve previsto pela organização, um encerramento condigno, que fosse um ‘faduncho’ à maneira pelo culpado do costume, Bardino Rafael. Mas, eventualmente, devido aos excessivos entusiasmo e nível alcoolémico, não se concretizou.

Muito obrigado Lena, e um grande abraço para o Baiona, que corre o risco de se vir tornar a ser o primeiro Bardino por correspondência.

Uma última palavra para a habitual qualidade gastronómica e competência do pessoal da Carula.

(clicar nas imagens para ampliar)

A nossa convidada chegando ao repasto.



O bardino Nicha no discurso de boas-vindas à nossa convidada.



O Mandante José Manuel Rodrigues com a nossa companheira Lena André.



Lena André com a prenda com que foi obsequiada.



O bardino Nortadas ofertado com as suas prendas de aniversário.



O bardino Vitor Martinez carregado com as suas prendas.



O bardino Mário de Almeida muita contente com as prendas que lhe couberam.



O bardino Sampaio, também aniversariante,
recebeu as ofertas devidas e pisgou-se.




O bardino Nicha e a sua prenda. Reparem no rótulo da garrafinha!



Um aspecto da mesa na longa espera do repasto.



Outro aspecto da mesa, ainda à espera da comidinha. A expectativa
era enorme, como se pode verificar pelas diferentes expressões.



A grande surpresa da noite: Alexandre, o Grande Baiona.



Finalmente!!! Chegou a massinha de garoupa!!!



E chegou também, finalmente, o bardino Sampaio, carregado de antibióticos,
comprimidos, supositórios e afins. E com os dentes todos desgraçados!




O bardino Tormenta numa foto a pedido. E não é que ficou
todo bonitinho, hem?!




Um bardino do presente, Carlos Neves, e um potencial futuro
bardino por correspondência, Alexandre Baiona.




O bardino Sampaio a jantar!!!



Ó Carlos André, tava boa não tava??! A salada de frutas, pá??!!
Eo Zé Dominguinhos tava a olhar pra onde??!!



O bardino Nortadas no seu melhor!!!



Ah! é verdade, eu também lá estive!!!



O convidado Baiona esteve imparável.



Divertidíssima a Lena!!!



O bardino Carlos Neves no controlo dos "chiripitis" do Baiona!



O insuperável Baiona no seu discurso de agradecimento, no final do repasto.



Uma amizade de longos anos que perdura no tempo!!!



Abaixo um pequeno fragmento em filme do jantar/assembleia de confraternização da bardinagem.

Como se pode verificar a troca de opiniões é constante e muito intensa, de tal modo que no meio da gritaria ninguém se entende, mas não faz mal, no fim ficamos todos amigos como somos há muitos anos e isso é que interessa!!!



video





Colaboração dos Bardinos Fernando Reigosa e Vitor Martinez.


1 comentário:

Fernando Reigosa disse...

Não comentem que não é preciso.
O céu vai-vos cair em cima. Palavra de Bardino.